27 livros de romance que você vai gostar de ler em 2021

De obras clássicas a atuais!

Os livros de romance têm bastante importância para muitas pessoas, já que muitas delas passaram a cultivar o hábito da leitura justamente pelas histórias contadas neles e depois foram migrando e/ou se adaptando também a outros gêneros.

Em geral, os estilos que mais chamam atenção são os romances de época/antigos, os clichês, os policiais e também os mais jovens.

Veja minhas dicas abaixo, indo de livros mais clássicos a outros mais contemporâneos que não deixam em nada a desejar.

Banner Black Friday Smartphone
Banner Black Friday Smartphone
Banner Black Friday Smartphone

A seguir você confere:

  1. Livros de romance
  2. Livros de romance para jovens
  3. Livros de romance de época
  4. Livros de romance que viraram filmes

Leia abaixo o resumo e opinião sobre cada uma das obras que vale muito a pena incluir entre seus romances favoritos!

1. Saiba os melhores livros de romance

Alguns dos títulos abaixo estão entre os melhores livros para você ter na sua coleção e ler ao menos uma vez na vida; conheça e se apaixone!

Confira quais são eles:

LIVROS DE ROMANCE ONDE COMPRAR
1º – Travessuras da menina má (Mario Vargas Llosa) CLIQUE AQUI
2º – A insustentável leveza do ser (Milan Kundera) CLIQUE AQUI
3º – Fique comigo (Ayobami Adebayo) CLIQUE AQUI
4º – Orgulho e preconceito (Jane Austen) CLIQUE AQUI
5º – Eleanor & Park (Rainbow Rowell) CLIQUE AQUI
6º – Uma dama fora dos padrões (Julia Quinn) CLIQUE AQUI
7º – O duque e eu (Julia Quinn) CLIQUE AQUI
8º – Nove regras a ignorar antes de se apaixonar (Sarah Maclean) CLIQUE AQUI
9º – Como eu era antes de você (Jojo Moyes) CLIQUE AQUI
10º – Teto para dois (Beth O’leary) CLIQUE AQUI
11º – Um acordo e nada mais (Mary Balogh) CLIQUE AQUI
12º – Desejo e escândalo (Lorraine Heath) CLIQUE AQUI
13º – Quando a noite cai (Carina Rissi) CLIQUE AQUI
14º – O amor nos tempos do ouro (Marina Carvalho) CLIQUE AQUI
15º – Um marido de faz de conta (Julia Quinn) CLIQUE AQUI
16º – Para todos os garotos que já amei (Jenny Han) CLIQUE AQUI
17º – Gabriela, cravo e canela (Jorge Amado) CLIQUE AQUI
18º – Me chame pelo seu nome (Aciman André) CLIQUE AQUI
19º – Asiáticos podres de ricos (Kevin Kwan) CLIQUE AQUI
20º – Todo dia (David Levithan) CLIQUE AQUI
21º – Victoria e o patife (Meg Cabot) CLIQUE AQUI
22º – Anna e o beijo francês (Stephanie Perkins) CLIQUE AQUI
23º – A seleção (Kiera Cass) CLIQUE AQUI
24º – Mil beijos de garoto (Tillie Cole) CLIQUE AQUI
25º – Cante para eu dormir (Angela Morrison) CLIQUE AQUI
26º – A distância que nos separa (Kasie West) CLIQUE AQUI
27º – O caderninho de desafios de Dash & Lily (Rachel Cohn e David Levithan) CLIQUE AQUI

1º – Travessuras da menina má (Mario Vargas Llosa)

Média de páginas: 376
Data da primeira publicação: 2006

Travessuras da menina má conta uma história de encontros e desencontros através de quatro décadas.

Trata-se de um romance com idas e vindas entre o “bom moço” Ricardo e Lily, a chamada “menina má”, com acontecimentos da segunda metade do século XX como pano de fundo.

É uma leitura fluida, envolvente, forte e profunda.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre Travessuras da menina má:

  • “Um amor incondicional que acompanha o narrador por toda vida e com final surpreendente. Excelente para quem quer conhecer o autor.”
  • “A forma que Vargas Llosa consegue colocar fatos históricos de maneira tão natural e extremamente interessante ao longo do enredo é impressionante. Foi a primeira obra que eu li e já tenho outro livro dele na fila. Acho que isso dá pra mostrar como eu gostei.”
  • “Divertido, emocionante e com uma linda história de amor! Personagens cativantes e fatos históricos nos conduzem a cenários variados, proporcionando-nos uma imensidão de sentimentos e emoções.”

2º – A insustentável leveza do ser (Milan Kundera)

Média de páginas: 312
Data da primeira publicação: 1984

Um clássico que, na minha opinião, todo mundo deveria ler.

São quatro protagonistas Tomás, Teresa, Sabina e Franz, cujas vidas se entrelaçam entre amores e desamores e o autor usa e abusa da filosofia para falar sobre a vida, amor e compaixão, tendo como pano de fundo a primavera de Praga e a invasão russa à Tchecoslováquia.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre A insustentável leveza do ser:

  • “O autor caminha pela história dos personagens num vai e vem com incrível fluidez, sem confundir o leitor. Ao reiniciar um assunto o leitor já faz a conexão com o texto por hora escrito. O livro é maravilhoso em todos os sentidos.”
  • “O romance contido na obra é profundo, leal e original. Leitura amena e prazerosa com um final que é desejado em todas as obras literárias.”
  • “A insustentável leveza do ser é, definitivamente, um dos meus livros favoritos. Meu livro ficou cheio de grifos. Um contexto histórico marcante como cenário ditou o tom da obra. Recomendadíssimo.”

3º – Fique comigo (Ayobami Adebayo)

Média de páginas: 240
Data da primeira publicação: 2017

O livro fala de família, maternidade e mostra a cultura da Nigéria, tudo isso sob um pano de fundo político, pois o romance acontece quando o povo da Nigéria luta para que o governo militar caia e o país se torne uma república.

Yejide e Akin se conheceram ainda na faculdade e se apaixonaram à primeira vista.

Logo estariam casados e vivendo a vida a dois, mas por mais que eles tentassem ter um filho, essa dádiva nunca chegava para eles.

Akin acuado pela mãe resolve casar de novo, mesmo não amando a outra esposa de quem Yejide morria de ciúmes. Para não se desentenderem, Akin colocara a nova mulher numa casa separada.

Mas as coisas vão piorar e muito após esse novo casamento de Akin.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre Fique comigo:

  • “Que livro! Terminei em dois dias, de tanto que a história me prendeu.”
  • “Roubou meu coração do início ao fim. Ayobami escreve de uma forma tão intimista, tão pura, que por vezes me senti vivendo os fatos junto com as personagens.”
  • “Primeiro livro que li da autora e gostei bastante. Assim como outros autores africanos da atualidade, nos mostra família, sociedade e política da África ainda pouco conhecida por nós. A leitura é muito interessante e contada pelo ponto de vista do marido e da mulher. A trama é bem construída e reserva surpresas!”

4º – Orgulho e preconceito (Jane Austen)

Média de páginas: 420
Data da primeira publicação: 1813

Elizabeth Bennet vive no campo com o pai, a mãe e as quatro irmãs.

A situação financeira da família é delicada, por isso o objetivo de vida da Sra. Bennet é casar as filhas com homens ricos.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀
A notícia de que o Sr. Bingley visitará a região deixa mãe e filhas em polvorosa e para melhorar a situação (ou piorar) Sr. Bingley traz consigo um amigo, o Sr. Darcy.

Durante um baile, Lizzy, sem querer, ouve o arrogante Sr. Darcy insultá-la e depois disso a antipatia que desenvolverá pelo moço será colossal.

Ele, por outro lado, ficará mais fascinado por Lizzy a cada encontro.

Numa primeira análise pode parecer uma história clichê e ‘boba’ de amor e ódio, mas não é bem assim, e justamente por isso esse é um romance clássico e atemporal.

Há grande complexidade dos personagens e dos diálogos, críticas sutis aos costumes da época, respeito a princípios, valores sociais, entre outros temas.

O livro recebeu uma adaptação para os cinemas em 2005 e é considerado um dos melhores filmes de romance dos últimos tempos.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre Orgulho e preconceito:

  • “É a história de amor mais linda que existe. Deveria ser de caráter obrigatório uma leitura como esta, principalmente nos dias de hoje!”
  • “Escritora incrível! Para os menos acostumados com a leitura, sugiro não começar por este! Digo isto por conta da linguagem “arcaica”, que torna a leitura mais maçante e dura. Se você já tiver um nível de leitura mais alto e um bom repertório de vocábulo, é super interessante!”
  • “Amei muito a história, era tudo o que eu esperava e mais um pouco.”

5º – Eleanor & Park (Rainbow Rowell)

Média de páginas: 287
Data da primeira publicação: 2012

O livro aborda assuntos sobre bullying e violência doméstica, mas a autora conduz de forma leve e descontraída.

E ainda tem a narrativa que é contada sob a perspectiva dos dois personagens, o que, na minha opinião, deu uma contribuição a mais para uma experiência de leitura dinâmica e agradável.

Eleanor é ruiva e dona de um estilo nada convencional. Por ter uma aparência diferente das outras garotas, ela acaba sendo motivo de piadas na escola e no ônibus escolar.

Park é asiático, ama músicas e HQs. Seu estilo é diferente, mas ao contrário de Eleanor, ele não sofre bullying dos colegas.

No primeiro dia de aula, Eleanor senta ao lado de Park no ônibus. A princípio ele não gosta de tê-la ali, mas também não diz nada.

Com o passar dos dias, Park percebe que a garota está interessada nas HQs que ele lê e por isso começa a emprestar algumas para ela levar para casa.

Esse pequeno gesto é o suficiente para que eles comecem a conversar e com isso acabam se apaixonando, mesmo sendo tão “diferentes” um do outro.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre Eleanor & Park:

  • “Certamente foi um dos melhores livros que li esse ano. Muitas pessoas irão se identificar com a história de amor de Eleanor & Park, um amor puro, inocente e avassalador.”
  • “A história é linda e duramente real, é fácil ver como a autora traz muitos traços de acontecimentos da nossa sociedade.”
  • “Apesar dos clichês, o livro trata de assuntos muito delicados como a violência doméstica, o bullying e o abuso de forma geral. Vale ressaltar que a trama se passa na década de 80, então a cultura era diferente da dos dias de hoje.”

6º – Uma dama fora dos padrões (Julia Quinn)

Média de páginas: 272
Data da primeira publicação: 2016

Aquele romance de época fofo e muito divertido. Com um humor ácido, personagens cativantes, charmoso e romântico ao nível Julia Quinn.

Em 1779, na Inglaterra, a Billie Bridgerton é uma mulher que foge aos padrões da sociedade e está pouco ligando para o que os outros pensam dela.

Desde criança ela e sua família são vizinhos dos Rekesbys, e ela sempre brincou com as crianças de lá, e sempre foi muito amiga deles, com exceção de George, que ela nunca suportou -, e o sentimento era recíproco.

As duas famílias sempre imaginaram que se tornariam uma por meio de um matrimônio, era esperado que Billie se casasse com Andrew ou até mesmo com Edward, de quem sempre foi muito próxima, mas obviamente o que acontece é inusitado.

Esse é um romance à moda “cão e gato”, duas pessoas que se detestam vão descobrir que por trás de tanta aversão pode existir um sentimento muito bonito.

“Uma dama fora dos padrões” é o primeiro livro da série “Os Rokesbys” que se passa alguns anos antes da saga mais famosa da Julia Quinn.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre Uma dama fora dos padrões:

  • “Romance de época gostoso de ler! Billie uma jovem bem diferente de uma dama da sociedade. História onde duas pessoas se odeiam e acabam descobrindo um afeto pelo outro.”
  • “Julia Quinn sempre surpreendendo os fãs de romance de época. Pelo menos conseguiu me surpreender demais nesta obra. O que me fascinou neste volume é que o romance é leve, seguro e não acontece da noite para o dia.”
  • “Eu adorei a narrativa. Julia Quinn nunca me decepciona, e já estou ansiosa para as duas continuações dessa série.”

7º – O duque e eu (Julia Quinn)

Média de páginas: 288
Data da primeira publicação: 2000

Daphne Bridgerton é a quarta de oito irmãos de sua família unida, ela fez amizades com os jovens mais elegíveis de Londres.

Todo mundo gosta de Daphne por sua bondade e inteligência. Mas ninguém realmente a deseja.

Ela é simplesmente muito honesta e, por isso, muito pouco disposta a jogar os jogos românticos que cativam os cavalheiros.

A amabilidade não é uma característica compartilhada por Simon Basset, duque de Hastings.

Recentemente, ele voltou para a Inglaterra do exterior e pretende evitar o casamento e a sociedade – assim como seu pai insensível evitou Simon durante toda a sua dolorosa infância.

No entanto, um encontro com a irmã do melhor amigo oferece outra opção.

Se Daphne concordar com um namoro falso, Simon pode impedir que as mães desfilem suas filhas diante dele. Enquanto isso, Daphne verá suas perspectivas e sua reputação dispararem.

Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre O duque e eu:

  • “Foi o primeiro livro da Julia Quinn que li e simplesmente amei a estória, a escrita e o humor empregado pela autora. É um romance maravilhoso e muito envolvente. Recomendo muito!”
  • “Simplesmente amei a escrita, a história e o humor utilizado pela autora, é um romance maravilhoso e muito envolvente.”
  • “A história é uma delícia de ler. Linguagem da época, mas simples. É um romance envolvente. Apesar da inocência da Daphne com relação a vida matrimonial, ela é uma mulher forte, determinada, amorosa e sábia. Simon por sua vez, é um homem experiente com mulheres, mas totalmente inexperiente com o amor. Vale a pena a leitura!”

8º – Nove regras a ignorar antes de se apaixonar (Sarah Maclean)

Média de páginas: 384
Data da primeira publicação: 2010

Que escrita envolvente! Que personagens bem desenvolvidos! Sarah MacLean consegue criar situações inimagináveis que vão te deixar com o coração na mão.

Vamos conhecer Lady Calpúrnia Hartwel, também conhecida como Callie.

Ela é um exemplo de dama, segue perfeitamente todas as éticas e regras impostas pela sociedade a qual ela vive.

Porém, aos 28 anos de idade, ela ainda continua solteira.

Já sem esperança de encontrar o príncipe encantado e após ser chamada de passiva pela sua irmã mais nova, ela decide criar uma lista com seus nove maiores desejos, que vão quebrar as regras que ela sempre seguiu fielmente.

É lógico que nessa história toda teremos a presença de um homem, o marquês Gabriel St. John, um verdadeiro libertino, e que é também a paixão platônica de Callie há muito tempo.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

  • Amazon Brasil: CONFIRA AQUI
  • Americanas: (sem estoque)
  • Submarino: (sem estoque)

Mais resenhas sobre Nove regras a ignorar antes de se apaixonar:

  • “Nove regras a ignorar antes de se apaixonar parece ter sido escrito sob medida para mim. Eu amei cada cena, cada momento, cada página que li.”
  • “Com excelentes diálogos a autora consegue dar humor e romantismo à história. Muito Bom!!! Recomendo para aquelas que amam romances históricos.”
  • “Me envolvi com a trama, me diverti muito e não queria parar de ler! Três componentes inequívocos que apontam ser uma ótima leitura. Vale super a pena!”

9º – Como eu era antes de você (Jojo Moyes)

Média de páginas: 320
Data da primeira publicação: 2012

Um belo romance, uma história de amor emocionante, que não deve ser lida somente, mas sentida. As emoções ficam à flor da pele, e isso sempre vale a pena.

Will Traynor era um jovem rico, aventureiro, hiper-ativo que vê sua vida mudar completamente ao sofrer um acidente e ficar tetraplégico.

Louisa Clark, uma moça típica do interior, simples, sem sonhos, sem ambições, aparece na vida de Will como cuidadora, e dali sai uma linda história de amor e amizade.

Will, se torna mais alegre, mais humano e mais sensível graças a Clark.

Mas ela é a que sofre a maior mudança. Passa a enfrentar seus medos, a seguir em frente, buscando a sua felicidade.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre Como eu era antes de você:

  • “A autora construiu personagens críveis, intensos, extremamente reais. Os personagens principais, por serem tão intensos, acabam ofuscando os coadjuvantes. Algumas partes são meio arrastadas. Mas em geral a leitura é extremamente agradável e mais que recomendada.”
  • “Trata-se de um romance bem construído, engraçado e ao mesmo tempo reflexivo, pois aborda de maneira eficiente o dia a dia dos portadores de necessidades especiais.”
  • “Um dos melhores livros que li, me surpreendi e não imaginava que era tão emocionante, e que tocaria minha alma.”

10º – Teto para dois (Beth O’leary)

Média de páginas: 381
Data da primeira publicação: 2019

Narrativa bem construída e diferente, pois o casal passa meses morando no mesmo apartamento, sem se conhecer pessoalmente.

Leon está enrolado com questões financeiras e tem uma ideia pouco convencional para arranjar dinheiro rápido: sublocar seu apartamento, onde fica apenas no período da manhã e da tarde nos dias úteis, já que passa os finais de semana com a namorada e trabalha como enfermeiro no turno da noite.

Só que tem um detalhe importante: o lugar tem apenas uma cama.

Sem nunca terem se encontrado pessoalmente, Leon e Tiffy fecham um contrato de seis meses e passam a resolver as trivialidades do dia a dia por Post-its espalhados pela casa.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre Teto para dois:

  • “Fazia tempo que não lia um romance tão bem construído. A narrativa é original e a autora parece dominar tão bem essa arte que consegue colocar o perfil e o ponto de vista dos personagens na forma como eles vão contando a história.”
  • “Você simplesmente quer decorar o livro do início ao fim.”
  • “A escrita da autora é bem direta e fluída. O começo pode ser um tanto parado, mas o desenvolvimento da história compensa bastante. Apesar do tanto de páginas e com a alternância de narração e o tamanho dos capítulos, a leitura tem um bom ritmo.”

11º – Um acordo e nada mais (Mary Balogh)

Média de páginas: 321
Data da primeira publicação: 2018

“Um acordo e nada mais” é o segundo volume da série Clube dos Sobreviventes da escritora Mary Balogh.

A história de amor começa quando a Srta. Sophia Fry tenta salvar o Visconde de Darleigh de uma armadilha conjugal e acaba sendo expulsa de casa e não tem para onde ir.

Assim, Vincent que busca sua independência, depois de acidentalmente ter ficado cego, propõe um acordo benéfico aos dois: o casamento.

Esse é um desses livros que você consegue ler sem parar.

Ele tem uma narrativa leve, divertida e é ótimo ver a evolução dos personagens no decorrer da leitura.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre Um acordo e nada mais:

  • “Livro gostoso de ler. É bonito ver o amor surgindo lentamente entre os personagens Vicente e Sophia.”
  • “A proposta do livro foi entregue perfeitamente no contexto histórico, com passagem para o próximo livro da série, o drama tem presença marcante, com um romance maduro e leitura agradável.”
  • “O livro é bom, uma verdadeira história de superação, mostrando que o amor pode nos fazer superar os limites, e que vai muito além da aparência.”

12º – Desejo e escândalo (Lorraine Heath)

Média de páginas: 624
Data da primeira publicação: 2018

Gillie é uma mulher independente, que desde pequena lutou para chegar aonde está.

Dona de uma taverna, ela é respeitada e adorada por todos.

Mas, quando um homem acaba sendo espancado num beco próximo à taverna de Gillie, ela o salva e o leva para a própria casa.

O que Gillie não sabia, era que o tal homem é o Duque de Thornley, lindo e cavalheiro, mas que por algum motivo acabou sendo deixado no altar por sua noiva.

Decidido a encontrar Lavínia, Thorne pede a Gillie que o ajude a procurá-la, mas o que Thorne – e também Gillie – não sabiam, era que o que haviam encontrado um no outro era tudo o que precisavam.

Com cenas divertidas e personagens cativantes, esse livro pode agradar não apenas leitores de romance de época, mas a todos que querem experimentar o gênero.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre Desejo e escândalo:

  • “A autora arrasa nas palavras ,nas descrição dos lugares e das pessoas e consegue transmitir todos os sentimentos dos personagens em frases inteligentes e emotivas. Li em uma noite sem parar madrugada a dentro.”
  • “Um dos melhores livros de época que li, a autora escreve absurdamente bem e o enredo prende até as últimas páginas com uma grande reviravolta no final.”
  • “Uma estória muito bem construída com todos os elementos que agradam muito aos leitores do gênero: diálogos inteligentes, amor, sexo e surpresas.”

13º – Quando a noite cai (Carina Rissi)

Média de páginas: 448
Data da primeira publicação: 2017

Carina Rissi surpreende com sua história bem-humorada, apaixonante e impressionante.

Briana pode ser considerada uma menina que não tem muita sorte. Acidentes parecem acompanhá-la por onde ela vai. O que torna bem difícil ela manter um emprego.

E assim fica ainda mais difícil para ela poder ajudar a pensão da família que vai mal nos negócios.

⁣Além de tudo isso, há cinco anos Briana tem sonhos todas as noites com uma princesa e um guerreiro irlandeses. Os sonhos são tão reais que é como se estivessem acontecendo com ela.

Ela acha que é tudo coisa da cabeça dela até que ela conhece Gael que é exatamente igual ao guerreiro de seu sonho.⁣

O livro intercala a narrativa entre o passado e o presente, entre o sonho e a realidade.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre Quando a noite cai:

  • “Contagiante, emocionante, sensível, com pitadas de humor, na medida certa!”
  • “Carina é uma autora com um talento imensurável, sou fã dela, tenho todos os livros. E esse livro não foi diferente dos outros.”
  • “Achei o casal fofo e a história super divertida e envolvente. No cenário de chick lit brasileiro atual, Carina arrasa e se destaca com tramas que sempre levam uma pitadinha de magia.”

14º – O amor nos tempos do ouro (Marina Carvalho)

Média de páginas: 328
Data da primeira publicação: 2016

“O amor nos tempos do ouro” é uma viagem à história de nosso país.

A obra é um romance histórico que se passa no Brasil Colônia, e desde o início do livro a autora deixa claro que teve que recorrer a meses de pesquisa para fazer uma trama coerente com a realidade, o que fica mais evidente a cada capítulo.

Mas, por mais que tenha o seu teor histórico, é uma história de romance.

Cécile Lavigne é uma franco-portuguesa que veio ao Brasil consolidar um casamento arranjado com um aristocrata de Minas Gerais, dono de terras e de escravos, bem mais velho do que ela, e por quem ela sente profundo desprezo.

Enquanto lida com o turbilhão de sentimentos que a desequilibra, Cécile viverá diversas provações nesta nova terra que será sua casa, e talvez se entregue a um grande amor.

O amor de Fernão e Cécile é um dos mais bonitos que já li, em uma obra extremamente bem trabalhada e romântica, sem falar que tem um quê de ação e aventura.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre O amor nos tempos do ouro:

  • “Pense num livro em que você sente o carinho da autora com as personagens e com o leitor. Uma história linda, bem escrita no sentido da história e da gramática!”
  • “A autora soube conciliar perfeitamente as descrições históricas com a narrativa fictícia. Fiquei apaixonada! O que torna tudo muito real é essa proximidade com a história do nosso país.”
  • “Dinâmica, bem escrita, delicada e que prende a atenção. Livros de época você vai encontrar muitos, mas que narre acontecimentos e fatos de nossa história serão pouquíssimos. As personagens principais são “reais” e cativantes. Boa leitura!”

15º – Um marido de faz de conta (Julia Quinn)

Média de páginas: 304
Data da primeira publicação: 2017

Um romance de época não tinha como dar errado.

Depois de perder o pai e ficar sabendo que o irmão Thomas foi ferido durante uma batalha, Cecília Harcourt tem duas opções: se mudar para a casa de uma tia ou se casar com um vigarista.

Para fugir desses destinos, ela cruza o Atlântico, determinada a cuidar do irmão.

Após uma semana sem conseguir localizá-lo, ela encontra o melhor amigo dele, Edward Rokesby, inconsciente e precisando desesperadamente de cuidados.

Mas, para permanecer ao seu lado, Cecilia precisa contar uma pequena mentira: “Eu disse a todos que era sua esposa.”

Quando Edward recobra a consciência, não entende nada. A pancada na cabeça o fez esquecer tudo que aconteceu nos últimos meses, mas ele certamente se lembraria de ter se casado.

Apesar de saber que Cecilia é irmã de Thomas, eles nunca foram apresentados. Mas, já que todo mundo a trata como esposa dele, deve ser verdade.

Cecilia coloca o próprio futuro em risco ao se entregar ao homem que ama. Mas, quando a verdade vem à tona, Edward também pode ter algumas surpresas guardadas para a nova Sra. Rokesby.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre Um marido de faz de conta:

  • “Julia Quinn desenvolveu um enredo tão leve e tão completo, que a vontade era de nunca parar de ler. Não é somente o romance em si.”
  • “Por ter um enredo mais dramático, a leitura se torna muito mais instigante, li muito rápido esse livro e me apaixonei pelo casal de protagonistas. Que amor construído inspirador.”
  • “Amo a história deles e todo desenvolvimento da amizade, romance, desejo e amor entre eles.”

16º – Para todos os garotos que já amei (Jenny Han)

Média de páginas: 320
Data da primeira publicação: 2014

“Para todos os garotos que já amei” nos conta a estória de Lara Jean, uma garota de 16 anos, irmã do meio de Kitty e Margot, que tem uma espécie de tradição para superar seus amores não correspondidos: ela escreve cartas com o propósito de desabafar, as endereça e guarda para si.

Um certo dia, essas cartas são enviadas para seus respectivos destinatários e a nossa protagonista se vê numa situação completamente esquisita, mas adorável (para nós leitores).

Para quem gosta de romances mais leves esse é um excelente livro para suspirar.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre Para todos os garotos que já amei:

  • “Recomendo para quem gosta de ler sobre esse lado mais puro do amor, sobre primeiros relacionamentos e para quem gosta de fofuras, claro!”
  • “Um romance inesperado, leve, divertido, gostoso de acompanhar. Os personagens são tão cativantes,a leitura é tão gostosa que é difícil largar antes do fim.”
  • “Apresentado de forma cativante e divertida. Foi uma das melhores leituras desse ano.”

17º – Gabriela, cravo e canela (Jorge Amado)

Média de páginas: 336
Data da primeira publicação: 1958

“Gabriela, cravo e canela” compõe um dos maiores livros da literatura brasileira.

Quem nos levará a essa jornada é Gabriela, moça bonita, simples e dotada de sensualidade, que chega a Ilhéus movida pelo desejo de mudança.

Contratada como cozinheira do árabe Nacib, demonstra não só a qualidade de cozinheira, como também se mostra divertida, espontânea e atraente.

Diante disso, nasce o romance entre os protagonistas, recheado de conflitos, ciúmes, e traições.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre Gabriela, cravo e canela:

  • “Um dos clássicos do baiano Jorge Amado que inspirou novela, filme e minissérie.”
  • “Gabriela não é ponto central da obra, mas por ela passa a transformação de Ilhéus. Um livro indispensável para entender o ciclo do cacau na Bahia, mas sobretudo, intrigante.”
  • “Bem humorada e de fácil leitura, a obra propõe que o amor na sua forma mais pura é aquele desprendido do compromisso e da fidelidade imposta pelos círculos sociais, ele é simplesmente livre e segue os desejos dos que se querem bem. Ótima leitura, recomendo.”

18º – Me chame pelo seu nome (André Aciman)

Média de páginas: 288
Data da primeira publicação: 2007

É um romance de verão entre dois jovens, Oliver e Elio, que se passa na costa da Itália.

Nós acompanhamos tudo pela perspectiva de Elio, que tem 17 anos e se descobre desesperadamente apaixonado por Oliver, um jovem aluno de seu pai.

O foco são os pensamentos e reflexões de Elio sobre esse novo sentimento que lhe arrebata e lhe consome.

A narrativa poética te mantém preso ao sentimento de Elio a todo momento. A Riviera italiana é praticamente um personagem secundário da história, e contribui imensamente para a narrativa.

Outro personagem que destaco é o pai de Elio, que percebe o dilema do filho e o aconselha, protagonizando uma tocante cena na história.

O autor consegue narrar um romance juvenil com toda a poesia, angústia, loucura e descoberta que ele merece.

Me chame pelo seu nome foi adaptado para os cinemas e está entre os filmes que venceram o Oscar de Melhor Roteiro Adaptado.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre Me chame pelo seu nome:

  • “Recomendo a leitura. Vale cada palavra – deliberadamente colocada em seu devido lugar; com forma e ritmo primorosos. Sublime!”
  • “O livro é dividido em 4 capítulos que repartem bem a história. Eu, pessoalmente, adorei o último, pois é o mais melancólico. Com uma história muito diferente dos romances contemporâneos, Me chame pelo seu nome é diferente por conta de sua linguagem “atrevida” e bem humorada. Livro muito bom. Recomendo.”
  • “É um livro que nos toca, mexe com os nossos sentimentos e nos faz refletir.”

19º – Asiáticos podres de ricos (Kevin Kwan)

Média de páginas: 490
Data da primeira publicação: 2013

Temos a história de Rachel Chu, uma professora de economia, nascida na China, mas criada nos Estados Unidos, que vai acompanhar seu namorado, Nick Young, à festa de casamento do melhor amigo dele, em Singapura, ocasião em que também irá conhecer a família dele.

O que Rachel não faz ideia é de que Nick vem de uma família tradicional e muito rica.

O livro é uma boa distração, parece uma novela. Fácil de ler e prende com alguns trechos engraçados. Em muitos momentos também é um romance clichê, retratando algo parecido com a clássica história de ‘Cinderela’.

Outro ponto super positivo é que ele traz várias notas de rodapé explicando coisas relacionadas à cultura oriental, desde pratos típicos até expressões linguísticas.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre Asiáticos podres de ricos:

  • “O livro é escrito de uma forma tão simples e detalhada que consegue nos transportar para os dois mundos. Sensacional.”
  • “O livro é uma boa distração, parece uma novela. Fácil de ler, prende o leitor com alguns trechos engraçados, outros com curiosidades da cultura de Cingapura ou da China, alguns com um pouquinho de suspense… tudo na medida!”
  • “Livro muito engraçado, leve e fácil de ler. A leitura simplesmente flui e traz momentos de diversão.”

20º – Todo dia (David Levithan)

Média de páginas: 280
Data da primeira publicação: 2012

Um livro emocionante e envolvente, você se apega ao personagem e sente seus conflitos e questionamentos, além de valorizar as pequenas coisas do dia-a-dia.

Neste romance o protagonista, A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia.

Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver.

Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon.

A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrar a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor.

Para quem curte essa premissa de troca de corpos também vale assistir a Your Name, que está disponível entre os filmes da Netflix.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre Todo dia:

  • “O livro é bem escrito, demonstra realmente uma mente de um adolescente com essa experiência de viver “mais de uma vida”. Uma boa leitura pra distrair e pensar um pouco.”
  • “Este livro foi uma grata surpresa. Enfim, a imaginação humana ainda pode criar algo novo que surpreende, comove e encanta.”
  • “Uma chuva de empatia e sentimento!! Simplesmente incrível, super indico! Quando alguém lê esse livro, com certeza reflete sobre a vida dos outros e se torna mais empático!”

21º – Victoria e o patife (Meg Cabot)

Média de páginas: 256
Data da primeira publicação: 2003

Victoria é uma moça extremamente forte em suas opiniões, mas suas confusões são muito divertidas.

Por ter uma tendência a “consertar” os outros, acaba ficando noiva de Lorde Malfrey, um aristocrata falido, que ela crê precisar de sua ajuda e dinheiro para se reerguer.

Contudo, este enlace se vê ameaçado por Jacob Castairs, um homem que ela considera detestável, por sempre implicar com ela.

Aos poucos, a personagem vai descobrindo que as aparências enganam e que, na verdade, aquele que ela acreditava odiar, pode vir a ser o dono de seu coração.

A leitura é leve e rápida, ideal para um livro infanto-juvenil.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre Victoria e o patife:

  • “O enredo em si é legal, um bom livro principalmente para infanto juvenil, mas também para qualquer pessoa que se interesse.”
  • “É uma história, leve, engraçada e contagiante, te deixa feliz do começo ao fim, eu li em um dia!”
  • “No geral, Victoria e o Patife foi um livro muito bom, me divertir muito lendo e apesar dele não ter sido o melhor livro que li da autora, ele é com certeza para um dos meus favoritos do gênero.”

22º – Anna e o beijo francês (Stephanie Perkins)

Média de páginas: 288
Data da primeira publicação: 2010

O que você faria se tivesse a oportunidade de mudar de país e, principalmente, estudar na cidade luz?

Anna Oliphant não estava feliz em deixar sua vida e seus amigos de Atlanta para trás, mas com a insistência de seus pais para finalizar o ensino médio em Paris, ela acaba cedendo.

Mas ela não esperava por tantas coisas boas que o último ano poderia proporcionar.

Anna e o beijo francês é o primeiro de uma trilogia, Anna, Lola e Isla.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

  • Amazon Brasil: CONFIRA AQUI
  • Americanas: (sem estoque)
  • Submarino: (sem estoque)

Mais resenhas sobre Anna e o beijo francês:

  • “Não sei descrever de outra forma. A leitura é leve e flui de uma forma que nos deixa hipnotizados; bom, pelo menos foi assim que eu me senti. Indico para quem está à procura de romances adolescentes fofinhos e com um bom toque de humor.”
  • “Leitura agradável que me deixou com uma sensação gostosa depois de ter lido. Um romance delicado e adolescente, que nos remete aos nossos momentos de primeiros amores, escolhas, decisões e esperanças.”
  • “A autora escreve de maneira agradável e fácil de ler.”

23º – A seleção (Kiera Cass)

Média de páginas: 368
Data da primeira publicação: 2012

O livro é rápido de ler e tem uma história leve e cheia de romance e aventura.

Para trinta e cinco garotas, a seleção é a chance de uma vida. É a oportunidade de ser alçada a um mundo de vestidos deslumbrantes e jóias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha.

Para America Singer, no entanto, estar entre as selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás o rapaz que ama. Abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes.⁣

Então, America conhece pessoalmente o príncipe – e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que nunca tinha ousado imaginar.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre A seleção:

  • “É um estória para adolescentes, leve, fofa e que dá para ser lida em uma sentada.”
  • “O livro é maravilhoso, digno de grande prestigio, uma obra com palavras totalmente adequadas com uma história empolgante e ao mesmo tempo sofisticada.”
  • “A seleção é o primeiro livro de uma triologia, comecei a ler por acaso. Achei a premissa interessante e a estoria e contada sob o ponto de vista da protagonista.”

24º – Mil beijos de garoto (Tillie Cole)

Média de páginas: 400
Data da primeira publicação: 2016

Quando Poppy e Rune se conheceram, aos 5 anos de idade, já foi criado um lindo laço entre eles.

Ela, a garotinha aventureira, que via sempre o lado bom da vida, encontra em Rune seu parceiro de aventuras, seu viking.

Aos 8 anos, a pequena perde sua avó, mas ganha dela um presente: um pote com mil corações de papel, esses que deveriam ser sua grande aventura, pois, ela precisaria anotar todos os beijos que ganhasse no decorrer da vida, mas apenas aqueles que fizessem seu coração acelerar.

O romance retratado em “Mil beijos de garoto” não é um romance comum daqueles que estamos acostumados a ler. É um romance sobre almas gêmeas que se amam profundamente e se encontram.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre Mil beijos de garoto:

  • “Para quem curte uma história de amor profunda, intensa, triste e reflexiva, esse livro é uma boa opção!”
  • “A autora está de parabéns com o enredo, é um livro lindo, com uma lição de amor e perdão, de idas e vindas, de alegrias, tristezas e superação.”
  • “Não deixe de ler essa história, é simplesmente maravilhosa.”

25º – Cante para eu dormir (Angela Morrison)

Média de páginas: 353
Data da primeira publicação: 2011

Um livro cheio de emoção, aprendizados e uma linda história de vida e amor.

Nossa protagonista Beth, se acha muito feia, a jovem sofria bullying na escola, e até de seu próprio pai, que a rejeitou desde pequena.

Mas Beth era uma grande artista, porém não se dava conta disso. Ela cantava no coro da juventude e foi escolhida para ser solista de uma competição.

E então conhecemos Derek, cantor do coro de Amabile, ele escuta a voz de Beth no site do coro, e se apaixona por ela apenas por sua voz.

Os dois acabam se conhecendo e se apaixonando, e entendem que o amor muitas vezes não é tão perfeito quanto parece.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

  • Amazon Brasil: CONFIRA AQUI
  • Americanas: (sem estoque)
  • Submarino: (sem estoque)

Mais resenhas sobre Cante para eu dormir:

  • “Esse livro é simplemente maravilhoso. Amo muito!”
  • “Achei a história bem legal, apesar de ser um pouco adolescente, mas a autora consegue, mesmo com alguns clichês, nos emocionar e criar uma expectativa sobre o final da história. É singelo, puro, encantador, vale a pena a leitura!”
  • “Um dos poucos livros que me fez chorar muito, me deixou com as emoções a flor da pele.”

26º – A distância que nos separa (Kasie West)

Média de páginas: 238
Data da primeira publicação: 2013

Por conta de erros de sua mãe no passado, Caymen se mantém distante de garotos ricos. É sucedida nisso até que Xander entra em sua vida e a deixa de cabeça para baixo.

É um romance leve e divertido, apesar de abordar diferenças sociais.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre A distância que nos separa:

  • “É engraçado achar tão fofa uma estória de adolescentes, mas a temática e como o livro foi conduzido ajuda muito a simpatizar com tudo. Em algumas horas é possível terminar de ler. A leitura flui muito fácil.”
  • “A historia é simples, mas não deixa de te envolver e te fazer desejar mais a cada pagina! É impossível parar de ler quando se começa!”
  • “Cliche fofinho, não é um livro que muda a nossa vida, mas é fofo e aquece o coração com a meiguice da estória.”

27º – O caderninho de desafios de Dash & Lily (Rachel Cohn e David Levithan)

Média de páginas: 256
Data da primeira publicação: 2010

Lily, uma adolescente de 16 anos, resolve seguir a ideia de seu irmão mais velho, tentando encontrar amor através de um caderninho vermelho.

Escondido entre as prateleiras de uma biblioteca em Nova Iorque, o caderninho que possui alguns enigmas a serem desvendados, é descoberto por Dash, um adolescente que tenta aproveitar o feriado longe de seus pais.

Dash não se contenta em apenas responder aos enigmas de Lily, e começa também a propor charadas e desafios a ela.

Apesar de não ser inovadora e sim cheia de clichês, Rachel Cohn e David Levithan escreveram uma história relativamente curta, doce e divertida sobre o relacionamento de dois adolescentes simpáticos e sensíveis.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre O caderninho de desafios de Dash & Lily:

  • “Achei o enredo bem original. Rachel Cohn e David Levithan escreveram uma história relativamente curta, doce e divertida sobre o relacionamento de dois adolescentes simpáticos, sensíveis e nerds. É uma boa diversão!”
  • “Livro leve, adorei, bem jovem, bom para ler no final do ano ou nas férias. Ideal para quem quer algo desprentecioso e bem fácil de ler.”
  • “Os autores dosaram bem os elementos para compor a trama, nos dando uma história jovem, inteligente e de muito bom gosto.”

2. Quais os melhores livros de romance para jovens?

Entre os melhores livros de romance voltados para o público mais jovem estão Victoria e o patife, Anna e o beijo francês, A seleção, A distância que nos separa, O caderninho de desafios de Dash & Lily e Mil beijos de garoto.

Eles tem uma proposta mais romântica, não apresentando um conteúdo muito adulto, tratando de temas menos complexos e com menos sensualidade. Em geral, são leves e ótimos para ler em poucas horas!

3. Quais os melhores livros de romance de época?

Os melhores livros de romance de época são Orgulho e preconceito, Uma dama fora dos padrões, Desejo e escândalo, Um marido de faz de conta e O amor nos tempos do ouro.

Obviamente que existem muitas outras obras de época com grande qualidade, mas caso queira escolher alguma para começar, estas indicadas são ótimas opções.

4. Quais os melhores livros de romance viraram filmes?

Entre os livros de romance que viraram filmes os melhores são Orgulho e preconceito, Me chame pelo seu nome, Como eu era antes de você, Para todos os garotos que já amei e Asiáticos podres de ricos.

Suas histórias se tornaram ótimas adaptações, sendo algumas delas bastante premiadas.

Outras dicas de livros:

Sempre que precisar escolher algo, digite no Google: Uma dica por dia + produto. Ex: "Uma dica por dia melhor liquidificador".

Ou clique aqui e busque direto 🤩

*O melhor preço indicado em cada produto foi checado na última data de atualização deste artigo. Qualquer modificação no valor é de inteira responsabilidade da loja em questão.

**O melhor preço indicado faz referência ao valor do produto e frete somados.

Deixe sua opinião

Por favor, digite sua opinião!
Por favor, digite seu nome aqui