10 ótimos livros policiais para desvendar em 2021

Tramas escritas por diversos ótimos autores!

Livros Policiais

É impossível pensar em livros policiais e não se lembrar de Agatha Christie, a “rainha/dama” do gênero. Sem dúvidas, muitas pessoas se encantaram pelo tema ou mesmo passaram a se dedicar à leitura em geral por causa dessa autora maravilhosa.

Conheça ótimas obras do gênero e comece suas investigações!

A seguir você confere:

Banner Black Friday Smartphone
Banner Black Friday Smartphone
Banner Black Friday Smartphone
  1. O que são livros policiais?
  2. Melhor livro policial
  3. Resenhas dos melhores livros policiais
  4. Livros policiais que viraram filmes/séries

Os melhores livros de investigação e ficção policial para a sua coleção!

1. O que são livros policiais?

Para quem não tem tanto hábito assim com o gênero, os livros policiais normalmente trazem uma estrutura muito parecida: a presença de um crime, a investigação e a revelação.

E contém elementos instigantes que nos fazem não parar de ler até a página final: medo, mistério, curiosidade, inquietação, raiva, entre outros.

2. Qual o melhor livro policial?

É difícil classificar um único livro como o melhor de todos do gênero, mas caso não conheça, uma ótima obra para começar é “E não sobrou nenhum”, da Agatha Christie.

O romance policial traz um suspense tão bem construído e tão envolvente que é considerado um dos top livros de Agatha Christie. Para se ter uma ideia da relevância disso, ela tem mais de 80 obras publicadas.

Curiosidade: o livro teve sua publicação em 1939, com o título “O caso dos dez negrinhos”, e depois de algumas revisões foi alterado para “E não sobrou nenhum”.

3. Resenhas dos melhores livros policiais

As obras listadas abaixo tem autores como Thomas Harris, Jo Nesbo, Stephen King, Paula Hawkins e, claro, Agatha Christie; além de outros.

Confira os títulos indicados e as resenhas sobre eles!

1º – E não sobrou nenhum

  • Média de páginas: 400
  • Data da primeira publicação: 6 de novembro de 1939

Como já mencionamos acima, caso ainda não conheça, o livro “E não sobrou nenhum“, da Agatha Christie, é um ótimo título para iniciar no gênero policial.

De acordo com a própria autora, este livro foi o mais difícil de escrever; mas se consagrou como a obra mais vendida do mundo no gênero, alcançando a marca de 100 milhões de cópias.

Na história, dez pessoas desconhecidas são convidadas, por meio de uma carta, para passar um período de férias na Ilha do Soldado.

Isolados e incapazes de sair de lá, seus destinos começam a seguir um caminho sinistro quando, na primeira noite de estadia, um dos convidados morre e todos se tornam suspeitos.

Depois disso, um poema infantil emoldurado na mansão narra uma sequência de mortes, fazendo com que todos se questionem porque estão ali.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre E não sobrou nenhum:

  • “O livro apresenta uma trama de assassinatos que vai enrodilhando tanto os personagens quanto o leitor em um jogo psicológico de desconfiança e medo cujo ápice é um final aparentemente frustrante, até às últimas páginas, quando o fim é amarrado com maestria.”
  • “O livro é um romance policial muito bem elaborado, com uma sucessão de crimes que seguem a sequência de um poeminha mórbido que deixa as vítimas e o leitor tensos para saber quem será o próximo. Não há a preocupação em desenvolver personagens, são todos bem rasinhos, mas quem se importa? A narrativa é perfeita para o gênero e o livro é uma delícia de ser lido.”
  • “Essa foi minha primeira experiência com Agatha e estou simplesmente encantada. Vi vários booktubers indicando começar ela por esse livro e não poderia ter sido melhor. Não conseguia parar de ler, história muito envolvente, com várias reviravoltas. Se tornou um favorito.”
  • “Cheguei até esse livro através de vários rankings em que ele aparece como um dos melhores da escritora e sinceramente não me decepcionei. A história é fascinante, escrita de forma rápida e que prende a atenção do leitor, fazendo com que pareça que estamos dentro da casa acompanhando a tensão em cada momento. Se não leu nenhuma obra da escritora, sugiro começar com esse livro pois não vai se arrepender. Se já leu algumas e não essa, veja o auge de Agatha Christie.”

2º – Assassinato no Expresso do Oriente

  • Média de páginas: 240
  • Data da primeira publicação: 1 de janeiro de 1934

Outro da Agatha Christie na lista é Assassinato no Expresso do Oriente, livro que virou filme em 2017.

Nessa história, Hercule Poirot embarca no Expresso do Oriente, um trem de luxo, que, devido a uma forte nevasca, precisa fazer uma parada no meio do caminho.

É nesse meio-tempo que acontece um assassinato e, claro, o famoso detetive tenta desvendar quem, dentre os passageiros, cometeu tal crime.

O livro é simples, tem bom vocabulário, é rico em personagens e prende.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre Assassinato no Expresso do Oriente:

  • “Ótima leitura! A autora te prende a história até a última página. Acho uma ótima forma de começar a ler o gênero e a autora.”
  • “A forma da leitura e toda a construção do caso são incríveis! Desfecho surpreendente!”
  • “Um clássico e, como todo clássico, o que se espera é algo espetacular que explique sua fama. Assassinato no Expresso do Oriente entrega o que se espera dele. O mistério se mantém até as últimas páginas, houve muito esforço da parte da escritora de neutralizar nossas tentativas de adivinhar a trama, mesmo a tentativa de juntar as pistas dadas pelo detetive nos leva a falsas conclusões, que nos são elucidadas só para nos levar a outra questão. A certeza não sobrevive a escrita de Agatha Christie. O final é impensável para qualquer leitor do gênero.”
  • “Assassinato no Expresso do Oriente é um dos principais representantes do gênero, figurando em praticamente todas as listas de grandes romances policiais.”

3º – O silêncio dos inocentes

  • Média de páginas: 360
  • Data da primeira publicação: 19 de maio de 1988

O silêncio dos inocentes é uma obra fascinante! Uma trama policial e psicológica que nos tira da zona de conforto do início ao fim.

Com uma ecrsita envolvente, o autor nos intima, literalmente, a participar ao lado da jovem Clarice Starling da investigação e caça a Buffalo Bill, um perigoso assassino em série de mulheres.

A cereja do bolo são os diálogos enigmáticos de Clarice com o Dr. Hannibal, um psiquiatra e assassino mantido na ala de segurança máxima de um hospital psiquiátrico.

O livro inspirou o filme vencedor de cinco estatuetas do Oscar, incluindo a de Melhor Filme e Melhor Roteiro Adaptado.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre O silêncio dos inocentes:

4º – A mulher enjaulada

  • Média de páginas: 390
  • Data da primeira publicação: 2007

Livro excelente com trama surpreendente. O autor é incansável na descrição psicológica e social dos personagens. Múltiplas intrigas ocorrendo ao mesmo tempo.

Quem ler A mulher enjaulada, que é o primeiro da série, vai ficar viciado na coleção.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre A mulher enjaulada:

  • “Posso considerar que este autor se colocou entre os melhores da minha lista de autores nórdicos e escandinavos. Leia este livro e se surpreenda com a história, com os personagens e a capacidade do autor de prender sua mente por dias.”
  • “É tenebroso imaginar que uma vingança pode ser executada da maneira como esta foi imaginada. Esse romance de estreia do Jussi Adler-Olsen já garantiu seu lugar entre os autores que faço questão de acompanhar o trabalho.”
  • “Li esse livro com o coração na mão, muito angustiante e confuso, porém o final valeu a pena!”
  • “Boa história de investigação com bastante suspense e que só entrará o ouro no final.”
  • “Excepcional. Muito bem escrito e que foge do lugar comum que se tornou a literatura policial baseada nos Estados Unidos. Vale a pena ler.”
  • “Um suspense que prende a atenção desde o início, com personagens interessantes e inteligentes. A trama daria uma excelente adaptação para o cinema.”

5º – O cirurgião

  • Média de páginas: 380
  • Data da primeira publicação: 2001

O cirurgião tem todos os ingredientes clássicos de um grande romance policial: trama envolvente e atrativa, assassinatos em série, competentes e dedicados detetives, e o principal, desfecho que foge do óbvio.

O texto é bem escrito, limpo, não há divagação; ou seja, direto ao ponto, sem prolongar-se nas descrições dos ambientes ou cenários.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre O cirurgião:

  • “Trata-se de mais um caso da detetive Rizzoli que, desta vez, busca desvendar o mistério de uma série de assassinatos provocados por alguém ao qual deram o alcunha de “Cirurgião”. Trama bem elaborada com um desfecho surpreendente. Recomendo.”
  • “O que falar sobre os melhores livros da Tess Gerritsen…. O cirurgião é a introdução perfeita para o livro que acabei de ler, O Dominador! Primeiro O Cirurgião e depois o Dominador, são fantásticos!”
  • “Sem querer, iniciei a leitura da autora em sua primeira obra. Este livro é maravilhoso em detalhes; rico em suspense policial. Apaixonada pela escrita e detalhes. Recomendo!”
  • “É destes livros que a gente não consegue parar de ler. Para mim a escritora Tess Gerritsen é a musa dos livros suspenses / policiais da atualidade todos seus livros são fabulosos.”
  • “Muito bom. Amo livros de Investigação e serial killer. Essa autora é muito boa.”

6º – O colecionador de ossos

  • Média de páginas: 460
  • Data da primeira publicação: 1997

Lincoln Rhyme é um daqueles detetives que não deixa passar nada, ou quase nada.

Auxiliado pela policial Amelia Sachs, ambos protagonizam uma caçada a um serial killer conhecido como Agente Desconhecido 238.

Muitas cenas de crime, estilo CSI, linguagem forense, caçadas de tirar o fôlego envoltos de mistério e ação.

É um dos livros de suspense com plot twist mais detalhados, sendo possível imaginar todas as cenas e locais descritos.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre O colecionador de ossos:

  • “Já tinha visto o filme, e embora a adaptação para o cinema tenha sido muito boa, o livro é muito melhor! Prende a atenção do início ao fim!”
  • “Amo o livro e amo o filme. Te prende do início ao fim. Eu gostei muito, os personagens te mantém ligado na trama. Recomendo.”
  • “Excelente livro, trama espetacular, leitura leve e interessante durante todo o período de leitura. Fiquei triste em saber que dos 11 livros da saga apenas dois estão publicados em língua portuguesa, o 1º e o 11º. Um balde de água fria para quem, como eu, gosta de ler sequências.”
  • “O livro nos prende do início até o fim. A leitura é ótima, grandes surpresas no decorrer da estória. Recomendo.”

7º – Boneco de neve

  • Média de páginas: 420
  • Data da primeira publicação: 2007

Jo Nesbo é um autor de bons livros, e o Boneco de Neve não deixa a desejar.

Por meio da perspectiva de vários personagens e uma escrita cadenciada, acompanhamos uma investigação extremamente interessante, cheia de momentos de tensão, revelações e surpresas que se inicia após o desaparecimento de duas mulheres.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre Boneco de neve:

  • “Para quem aprecia um bom thriller policial, esse livro é uma ótima escolha. Por meio da perspectiva de vários personagens e uma escrita cadenciada, acompanhamos uma investigação extremamente interessante, cheia de momentos de tensão, revelações e surpresas que se inicia após o desaparecimento de duas mulheres.”
  • “Esse é o tipo de livro que faz você não querer assistir o filme com medo de se decepcionar. A narrativa é excelente, e cada detalhe descrito pelo narrador, faz total sentido no decorrer da história. O mais interessante é que o livro é bastante sinestésico e repleto de “Easter eggs” (citações de músicas, fatos históricos, personagens políticos, artistas etc)… E os personagens são inteligentemente criados. Com certeza, se tivesse mais tempo, leria mais obras do autor Jo Nesbø (outro fato que me surpreendeu, que a história se passa na Noruega). Não vou avaliar mais, com receio de escrever spoilers e acordar amanhã com um Boneco de Neve no meu quintal hehehe.”
  • “Jo Nesbo é um autor consagrado, sabe criar e contar um suspense/policial como poucos, desenvolve a atmosfera perfeita e oferece todos elementos para fisgar o leitor já nas primeiras páginas, Boneco de Neve não fugiu a regra.”

8º – Mr. Mercedes

  • Média de páginas: 400
  • Data da primeira publicação: 3 de junho de 2014

Mr Mercedes inova e diversifica a escrita de King, fazendo com que o romance policial seja tão envolvente quanto suas mais célebres obras.

O livro traz uma “guerra” entre o bem e o mal, cuja visão sobre a mente de um obcecado assassino insano é arrepiante e inesquecível.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre Mr. Mercedes:

  • “Este primeiro livro, da trilogia, envolve o leitor de maneira que largar a obra antes de concluí-la será um sacrifício, assim, fica minha recomendação.”
  • “Mr. Mercedes é uma guerra entre o bem e o mau, do mestre do suspense, cuja visão sobre a mente deste obcecado assassino insano é arrepiante e inesquecível.”
  • “Bem interessante. Foi meu primeiro livro do Stephen King. A temática de detetive/suspense é bem aplicada neste livro, apesar de ser algo, pelo que li, não tão familiar para o autor. O leitor não quer largar o livro para descobrir o que irá acontecer a seguir. Com este é meu primeiro livro dele, não sei se ele usa sempre esse artifício, mas achei bem interessante o uso de expressões como “Ele sai de casa, mas ainda não sabe que não voltará hoje”. Esse recurso do narrador saber o futuro e nos dar algumas pequenas dicas foi bem interessante.”
  • “Livro excelente, simplesmente adorei este livro. Stephen King, sem acrescentar elementos sobrenaturais, nos trouxe um suspense assustador, contando simplesmente a história de um assassino, o que levou ele a cometer os crimes e quais as consequências disto.”
  • “Sempre ouvi falar de Stephen King, mas ainda não tinha tido a oportunidade de ler algo dele. Quando comecei a leitura encontrei alguns clichês de estilo, mas estava disposto a me entreter e parecia uma boa pedida. O livro não decepcionou. Ganhou ritmo e prendeu a atenção. Recomendo aos amantes do gênero.”

9º – Em águas sombrias

  • Média de páginas: 360
  • Data da primeira publicação: 2 de maio de 2017

Excelente leitura. Um rio, um poço profundo e mortes inexplicáveis ou tidas como vários suicídios ocorridos historicamente. Pessoas de pequena cidade ribeirinha, onde todos se conhecem e vivem em torno de uma lenda que, no fundo, não tem nada de lenda.

A história prende do começo ao fim e provoca diferentes reflexões no leitor.

Dica: preste atenção no cabeçalho dos capítulos para não se perder.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre Em águas sombrias:

  • “Não dei mais estrelas por não ter sido um livro que me deixou ansiosa e inquieta – no bom sentido quando falando-se de livros de suspense. Ainda assim, é um bom livro. Há personagens bem distintos e a narrativa é realizada com base em cada ponto de vista. Há uma certa vagarosidade na narrativa que me fez me desconectar em vários momentos. Achei o fim interessante.”
  • “Para quem gosta de estórias cruzadas, múltiplos personagens, com suspense e várias possibilidades de finais. Interessante e inesperado do início ao fim. Atual.”
  • “Gostei bastante do enredo deste suspense e de seus personagens, onde a autora consegue prender nossa atenção desde o início da trama. Tão bom quanto “A garota do trem”, mas escrito de forma bem diferente. Recomendo.”
  • “Foi um livro que me prendeu do início até o fim! Li em pouco tempo, pois não aguentava ficar um minuto sem pensar em quem matou Nel.”
  • “É um livro de suspense, mistério policial. Ele é contado no ponto de vista dos diversos personagens, o que me deixou um pouco confusa por serem nomes estrangeiros e eu demorar para associar quem era quem. Mas a história é interessante como um todo, e com final surpreendente que faz você ficar tempo refletindo.”

10º – A verdade sobre o caso Harry Quebert

  • Média de páginas: 570
  • Data da primeira publicação: 19 de setembro de 2012

Por fim, uma trama que se desenrola em duas épocas distintas: década de 70, com a chegada de Harry Quebert à aconchegante cidade de Aurora; e anos 2000, com a investigação de Marcus Goldman acerca do desaparecimento de Nola.

Não tarda para que o leitor desenvolva afeto pelos diferentes personagens que integram a obra.

É uma charada sem fim. Uma trama tão intrigante que, durante a leitura, cheguei a incriminar quase todo mundo do livro.

Melhor preço do livro nas principais lojas do Brasil:

Mais resenhas sobre A verdade sobre o caso Harry Quebert:

  • “Leitura recomendada para quem gosta de um bom romance policial. São 572 páginas de muita tensão e um final surpreendente. O autor, o suíço Joel Dicker, nascido em 1985, não tem a elegância de uma Agatha Christie, ou de um Raymond Chandler, ou de uma P. D. James – ou a cultura e o refinamento de um S. S. Van Dine, mas a estória é bem contada e prende o leitor.”
  • “A trama é pontuada por longos flashbacks, algumas pistas falsas e muitas reviravoltas, mas o autor consegue brilhantemente manter o leitor focado e envolvido. Eu mesma cheguei a um ponto que suspeitava de todo mundo! Mas a verdade sobre o mistério da morte de Nola está muito bem camuflada e quando é desvendada, surpreende. Recomendo a leitura.”
  • “Estou muito satisfeito com esse meu primeiro contato com a escrita de Joel Dicker, pois “A verdade sobre o caso Harry Quebert” é um dos melhores livros que tive o prazer de ler.”
  • “Livro sensacional! Leitura envolvente e fluida. O autor consegue alternar entre narradores e entre passado e presente de uma forma muito simples. Me senti como se eu estivesse lendo uns 2 ou 3 livros ao mesmo tempo, sem perder nenhum detalhe. Além disso, o autor ainda consegue apresentar ao leitor algumas lições de vida que é possível aplicar em qualquer área.”
  • “Li ‘O desaparecimento de Stephanie Mailer’ e me apaixonei pela escrita de Dicker. Ele consegue nos prender com sua habilidade. Os seus personagens são carismáticos e completamente bem desenvolvidos e explorados. Após ter saído de um livro incrível, decidi então ler A verdade sobre o caso Harry Quebert e mais uma vez me vi em uma história incrível, recheada de suspense, drama, amor, traição e ambição. Ou seja: Um prato cheio, uma obra de arte.”

4. Livros policiais que viraram filmes ou séries

Depois de ler todos ou alguns livros da lista, você também pode assistir a filmes e séries de obras policiais que foram adaptadas para as telas.

Entre elas, estão nomes como: Assassinato no Expresso do Oriente (filme); O silêncio dos inocentes (filme); O colecionador de ossos (filme); Boneco de neve (filme); Bom dia, Verônica (série), Não fale com estranhos (série); The sinner (série); Garota Exemplar (filme); entre outros.

Outras dicas de livros:

Sempre que precisar escolher algo, digite no Google: Uma dica por dia + produto. Ex: "Uma dica por dia melhor liquidificador".

Ou clique aqui e busque direto 🤩

*O melhor preço indicado em cada produto foi checado na última data de atualização deste artigo. Qualquer modificação no valor é de inteira responsabilidade da loja em questão.

**O melhor preço indicado faz referência ao valor do produto e frete somados.

Deixe sua opinião

Por favor, digite sua opinião!
Por favor, digite seu nome aqui